Alimentação na Escola

A escola pode cumprir um papel importante na formação dos hábitos de vida e da personalidade da criança e do adolescente. Por isso, é ela precisa oferecer uma alimentação equilibrada e orientar os estudantes sobre boas práticas alimentares. Mas uma escola não deve ensinar a criança a se alimentar apenas na teoria. A alimentação saudável é um hábito que pode ser ensinado na prática, como parte integrante do processo de ensino-aprendizagem.

Na Escola da Fazenda, educação alimentar faz parte do currículo, dentro e fora da sala de aula. As estatísticas mundiais são assustadoras: as pessoas se alimentam mal, os maus hábitos são formados desde a mais tenra idade e as consequências para a saúde são devastadoras. Mas isso não significa que a escola não tenha poder para entrar nessa luta. Ao contrário, aceitamos o desafio e encaramos de frente a missão de promover o desenvolvimento de hábitos alimentares mais saudáveis.

Num esforço conjunto, os professores das diferentes áreas do conhecimento (especialmente Educação Física e Ciências) e o pessoal da Cozinha Escolar promovem atividades, divulgam informações, apresentam opções e fazem um verdadeiro trabalho de persuasão: a gente tenta por todos os caminhos educar, reeducar e consolidar hábitos alimentares que contribuam para a manutenção da saúde e a melhoria geral da qualidade de vida dos(das) nossos(as) estudantes.

Um exemplo de ação neste sentido é a pesquisa de hábitos alimentares, que realizamos com frequência, cujos resultados são avaliados pelos(as) próprios(as) estudantes, que servem de base para diferentes interpretações, tanto matemáticas quanto nas mais variadas áreas do conhecimento, e levam ao planejamento e execução de intervenções diferenciadas. Paralelamente às atividades teóricas e práticas relacionadas ao tema que são desenvolvidos pelos profissionais em suas respectivas áreas, o pessoal da cozinha procura caprichar no balanceamento do cardápio, na apresentação dos pratos e no estímulo nos momentos de cada refeição realizada no refeitório da escola.

Basicamente, o trabalho de educação alimentar tem procurado estabelecer três hábitos simples, que por si só já significam um grande passo na direção de uma alimentação saudável:

- Tomar diariamente o café da manhã (incluindo leite ou derivados, pão ou similares, fruta ou suco de fruta);

- Comer cinco porções (mais ou menos o que cabe numa xícara) diárias de frutas ou verduras;

- Evitar a ingestão de doces (balas, chocolates, bolacha recheada etc.), salgadinhos (tipo chips), frituras e refrigerantes.

Nosso programa de educação alimentar, para ser bem desenvolvido, precisa manter a coerência. Por isso, em nossa escola, as refeições são preparadas e servidas aqui mesmo e exercemos rigoroso controle sobre os alimentos trazidos pelos estudantes. Servimos ao longo do dia três refeições: um lanche às 10h, o almoço às 12h10 e outro lanche às 16h. Todos os dias, são oferecidas frutas; a comida é simples, nutritiva e gostosa, servida num ambiente arejado, iluminado naturalmente e sossegado. Os profissionais da escola fazem as refeições com os(as) estudantes, num clima descontraído e animado.

Desde 2010, este trabalho conta com a parceria operacional da Céu da Boca: uma cozinha ativa e pedagógica, ambiental e socialmente comprometida, focada na produção de alimentos caseiros e no uso de ingredientes selecionados, valorizando a produção local e a agricultura familiar.

Com o objetivo de aproximar o(a) estudante do processo de produção do alimento e resgatar valores de afetividade e ludicidade no ato de comer coletivamente, a professora  Suzanne coordena a cantina e restaurante Céu da Boca e uma nova unidade pedagógica, que concilia conceitos de sustentabilidade e alimentação equilibrada com conteúdos trabalhados em sala de aula.

Tudo isso articulado com a oferta diária da alimentação aos(às) estudantes, incluindo o lanche e a tradicional “hora da fruta”, além do almoço para a equipe pedagógica e para estudantes em período integral. O diferencial é que as famílias também estão convidadas a compartilhar o almoço com os(as) estudantes sempre que desejarem, mediante agendamento prévio.

A Escola da Fazenda e a Cozinha Céu da Boca convidam a todos para cultivar o prazer da alimentação e perceber que a comida, além de bonita e gostosa, deve também proporcionar convívio e alegria!

Please publish modules in offcanvas position.